A humanidade, de muitas maneiras, tem um impacto profundamente negativo na vida selvagem.

O caçador Theunis Botha, ao atravessar a aldeia de Gwai, no Zimbábue, junto de seus colegas de caça, encontraram um rebanho de elefantes em reprodução. Detectando a ameaça, os elefantes avançaram em direção ao grupo, fazendo com que Botha disparasse.

Ao emboscá-lo, um dos elefantes atingidos por ele levantou-o no ar com a tromba. Outro caçador atirou no elefante, na esperança de que ele soltasse Botha e fugisse. O tiro foi fatal, e o elefante caiu sobre Botha, que foi esmagado até a morte.

Esta fatalidade mostra que a vida selvagem não deve ser subestimada. Se as pessoas decidirem tentar matá-los, eles vão resistir – e às vezes vencerão.

Botha era um caçador conhecido na região, e muitas vezes incentivou estadunidenses ricos a se juntarem ao esporte. Sua morte não é a primeira morte relacionada à caça este ano. Um dos amigos de Botha, Scott van Zyl, estava caçando no Zimbábue em abril, quando foi atacado e comido vivo por crocodilos nas margens do rio Limpopo.

Assista ao vídeo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here