Depois de tanto tempo à procura de alguma espécie de vida no espaço, cientistas russos acreditam ter encontrado bactérias vivendo fora da Terra. O anúncio foi feito pela agência de notícias russa TASS, na última segunda-feira (27 de novembro).

Segundo os cosmonautas, micro-organismos foram encontrados vivendo do lado de fora da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) e foram coletados com o auxílio de um cotonete.

Vida no espaço?

Os especialistas ainda não sabem de onde as bactérias vieram, já que elas não parecem ser alienígenas. No entanto, os cientistas garantem que elas não estavam na parte externa da estação espacial na hora do lançamento.

As bactérias estão sendo estudadas no momento, mas ao que tudo indica elas não representam perigo.

Condições de sobrevivência extremas

Mesmo, assim, para a ciência é uma grande descoberta a existência de um micro-organismo vivo que consegue sobreviver no vácuo espacial, exposto à grande amplitude térmica da ISS (que vai de -157 ºC, na escuridão total; até 121 ºC, quando recebe diretamente os raios solares.

Segundo os estudiosos, mesmo que seja constatado que as bactérias são terrestre, não deixa de ser uma descoberta impressionante. Isso porque, além de todas as variáveis que já mencionamos, elas estavam alojadas em uma superfície a 400 km acima da superfície da Terra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here