Cerca de 96% da atmosfera marciana é composta de dióxido de carbono, um gás extremamente tóxico para os seres humanos. Diante dessa barreira natural para a atividade do homem em Marte, os engenheiros criaram uma possível solução.

O fato é que uma elevada concentração atmosférica de dióxido de carbono possibilita também a produção de oxigênio por meio de um processo chamado decomposição. Esse processo, que separa o oxigênio do carbono, seria um caminho viável para criar uma atmosfera respirável.

Desse modo, quando o oxigênio for liberado na atmosfera marciana, as condições no planeta serão mais propícias para sua colonização. E cientistas de diferentes universidades do mundo já demonstraram que isso é possível.

Para esse propósito, será usado plasma em baixa temperatura, um método tão seguro quanto eficiente, que não só permite separar as moléculas de oxigênio, mas que também pode ser utilizado para produzir o combustível utilizado pelos equipamentos e foguetes que operarem em Marte.

[History]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here