Os cientistas do Instituto de Física Corpuscular e da Universidade de Valência sugerem que a matéria poderia sobreviver a sua incursão em um buraco negro. De acordo com um estudo recente, os buracos negros são portas para outras partes do universo.

Se um viajante hipoteticamente tenha entrado em um dos “portões”, ele estaria sendo estigado, ou em termos astrofísicos, “espaguetizado”, embora seja improvável que ele sobreviva a este momento.

Anteriormente, os cientistas argumentava que no centro de um buraco negro o espaço-tempo era “curvado” para um ponto infinito, conhecido como “a singularidade”, e que toda a matéria desta região é destruída.

No entanto, os cientistas acreditam que o coração de um tipo mais simples de buraco negro carregado de eletricidade, e não-rotativo, poderia ser uma pequena superfície esférica. Esta área serve como um buraco de minhoca, uma porta ou um túnel através do tecido do espaço-tempo.

Gonzalo Olmo, pesquisador da Universidade de Valência, disse que “os buracos negros são um laboratório teórico para testar novas ideias sobre a gravidade.”

Ele explicou que sua teoria “resolve vários problemas na interpretação de buracos carregados de eletricidade.” Uma das soluções chave é a singularidade, já que “há uma porta no centro do buraco negro, o buraco de minhoca, através do qual o espaço e o tempo podem continuar.” 

 

[ClimatologiaGeografica]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here