Foi interceptado pela guarda costeira de Cuba um barco sem tripulantes indo em direção à ilha. Presumiu-se prontamente de que se tratava de um navio cargueiro desaparecido no triângulo das bermudas em 1925, sobre o qual rezam lendas.

A embarcação foi interceptada há dois meses, mas desde 2015 que as autoridades desconfiam de sua existência. Naquele ano situado numa área militar em Desde sua descoberta, muitas foram as tentativas de comunicação com os tripulantes da embarcação, todas sem sucesso.

Até que, após criar estratégias, enviaram patrulheiros que conseguiram interceptar a embarcação. Para a surpresa, não havia ninguém à bordo. Isso fez com que se chegasse á conclusão de que se tratava do SS Cotopaxi, uma embarcação movida à vapor. Ela faz parte da lenda do Triângulo das Bermudas.

A embarcação partiu da Carolina do Sul em direção a Havana em 1925. O SS Contopaxi era tripulado por 32 homens sob o comando de W.J. Meyer. A carga que ele transportava era de 2.340 toneladas de carvão. Dois dias após deixar a Carolina do Sul o barco desapareceu misteriosamente.

Diante do achado, o vice-presidente do Conselho de Ministros, o general Abelardo Colomé disse que serão feitas rigorosas investigações para que se esclareça os mistérios que envolvem o sumiço e o reaparecimento da embarcação.

Apesar de, culturalmente, se atribuir  os desaparecimentos a aspectos sobrenaturais, o general diz que é importante que se esclareça o que acontece na região do Triângulo da Bermudas para que esse tipo de coisa não aconteça. Ele aponta que incidentes como esses prejudicam muito a economia do país.

Fato é que, sobrenatural ou não, o ressurgimento da embarcação agitou a comunidade científica e despertou interesse das autoridades em saber o que realmente aconteceu em 1925.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here