Os cientistas que trabalhavam em um projeto de conservação de espécies ao largo da costa de Algarve ficaram surpresos quando capturaram um tubarão pré-histórico nesta semana. A bizarra criatura, conhecida como tubarão-enguia, existe a pelo menos 80 milhões de anos, sendo uma das espécies mais antigas existentes nos dias de hoje. A equipe o capturou a 2.300 metros de distância da costa do Algarve.

A espécie encontrada de tubarão (Chlamydoselachus anguineus) media 1,5 metros de comprimento e foi capturado a uma profundidade de cerca de 700 metros fora da estância de Portimão.

Fóssil Vivo

As espécies geralmente vivem em águas profundas, embora não se conheça muito sobre sua biologia ou meio ambiente, dado que elas habitam lugares onde os seres humanos raramente vão. Pouco se sabe sobre o tubarão, que tem um corpo longo, semelhando-se a um cobra e uma boca que possui 25 fileiras com 300 dentes finos e afiados. Mas até onde se sabe, essas presas lhe permite capturar lulas, peixes e outros tubarões em lutas repentinas”, de acordo com Margarida Castro da Universidade do Algarve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here